Rua Freire Farto, 56 - Parque Jabaquara, São Paulo (SP) CEP: 04343-120 | Telefone: (11) 2578-0422

Há mais de 10 anos, a AGM Automação desenvolveu um sistema para chamar profissionais como garçons, enfermeiros e médicos. O Psiu Sem Fio é um sistema que é ativado quando o cliente aperta um botão e dispara um chamado que vai para uma tela de LED. O profissional, por sua vez, vai ao encontro do usuário e aperta um outro botão, para informar ao sistema que aquela pessoa recebeu atendimento. Agora, a empresa desenvolveu o Psiu no Fone, que abandona a tela de LED para usar os celulares, tablets e até computadores dos envolvidos. Atualmente, a empresa tem instalados 500 sistemas, sendo que a metade está em São Paulo.

O produto, inicialmente pensado para chamar garçons em bares e restaurantes, expandiu seu uso e pode ser encontrado não apenas nesses locais, mas também em casas de repouso, clínicas, hospitais, chão de fábrica, operações de logística interna ou externa, supermercados, centros atacadistas e, mais recentemente, na área de segurança em shopping centers.

Quando o usuário aperta o botão, o software do Psiu no Fone exibe o número, o nome e a foto do usuário que chamou no dispositivo. A solução tem capacidade de exibir simultaneamente 13 chamados, além de gravar mais de 20 na memória, mas a quantidade de usuários é ilimitada.

O Psiu no Fone tem a possibilidade ainda de escalonar os chamados. Ao ser exibido um chamado num determinado período, se ele não for cancelado, o software emite um alerta à chefia do atendente. O período determinado de atendimento é em geral de três minutos, mas ele é configurado pelo cliente. Ao chegar no consumidor que o chamou, o profissional deve apertar um botão para dizer ao sistema que o atendimento foi realizado.

Quando o cliente aperta o botão é gerado um sinal na radiofrequência 433,92 MHz. Receptores Tuim convertem para Wi-Fi para enviá-lo ao software gestor Psiu no Fone instalado em um computador. Este software valida os dados (código de identificação) que recebeu. Em seguida, envia essas informações para todos os dispositivos móveis habilitados e com o aplicativo Psiu no Fone, que, por sua vez, exibe para os profissionais informações como nome completo, foto e local de quem fez o chamado.

No fim, o software gera um relatório sinalizando tempo médio de atendimento, quantidade de chamados, quem mais chamou, quem menos chamou, entre outras informações.

“Inovamos em um produto que nasceu em 2008, quando fizemos o primeiro Psiu. A vantagem desse é que não estamos mais presos ao painel de LED na parede. E podemos colocar esse sistema em um prédio todo e todos os celulares habilitados naquele local vão receber a informação”, explica José Rubens Almeida, proprietário da empresa e criador do sistema.

Outro ponto que Almeida reforça é o barateamento do custo para o cliente. Uma redução de aproximadamente 40%. “Estou deixando de vender o hardware para vender a tecnologia e o serviço. Deixamos o LED, mas continuamos a vender os botões, claro”.

Fonte: Mobile Time

Deixe uma resposta

Fechar Menu